Uma história de encantar, construída por um conjunto de homens que levaram o Benfica aos títulos europeus.

Não foi um, nem dois, nem três homens individualmente, mas sim um conjunto de homens geridos por um presidente que lhes pagava já na altura o que mereciam para tudo conquistarem, para honrarem o MANTO SAGRADO.

 

Entre eles destacou-se o grande Eusebio da Silva Ferreira, que ficou reconhecido no Mundo inteiro pelo extraordinário jogador que foi, pelo homem humilde que sempre foi e pelo respeito ao Benfica que sempre teve.

Após terminar a carreira futebolística, o grande Eusebio nos momentos mais complicados da história recente do Benfica, era quem muitas vezes apelava á Uniao, era quem dava a cara e guardava o sofrimento no coração, era realmente um símbolo vivo que se destacou dos demais com o reconhecimento Mundial.

Em qualquer parte do Mundo falamos de Eusébio e Benfica todos conhecem, falamos de António Simões e ninguém sabe quem ele é, no entanto deve ser respeitado por todos os Benfiquistas, pela história que ajudou a construir, mas nunca o seu valor vai ser superior á instituição Benfica, tem que ter também respeito, pela instituição e não está a ter, como já não teve num passado recente, que num momento de muita dificuldade financeira do clube meteu em tribunal para receber. Eis que hoje o ouvi dizer que tem independência financeira para poder falar como fala, mas esquece-se que essa independência foi no Benfica que obteve a maior parte, que essa independência financeira, foi com o prestígio que o Benfica lhe deu que adequiriu, e não com o prestígio que ele deu ao Benfica porque ele sozinho nunca teria sido nada e o Benfica sem ele seria sempre Benfica.

Se o grande Eusebio cá estivesse ia certamente ensinar a este senhor António o que é digerir problemas internamente, certamente ia dar-lhe uns cachaços para estar calado e aprender a respeitar o símbolo que o fez ser quem é!!!

Eusebio dizia que devia tudo ao Benfica, mas este quer dizer que o Benfica lhe deve tudo!

Certamente o Eusébio ia ensinar também como receber sem por o clube do coração, o clube que lhes fez uma vida em tribunal.

O respeito é digno de existir, mas ser respeitados é oportuno e exige-se, e jamais podemos cuspir no prato onde comemos.

Será que outros valores não se estão a l€cantar? €€€€€€€€€

Mas quem será o candidato que vai apoiar e as funções que exerceria numa nova direção?

Quais os valores sentimentais que tem pelo Benfica, para dar uma entrevista no canal que mais quer destruir o Benfica? Já duvido muito dos seus sentimentos pelo Benfica e acredito mais no seu sentimento de protagonista e financeiro.